PIBID

PIBID

quinta-feira, 30 de março de 2017




APRESENTAÇÃO INTERPESSOAL

(PIBID 2017 - Primeiro Semestre) 


ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR SALATIEL DE ALMEIDA

PIBIDIANOS: Adriana Morais, Bruno Henrique, Clécia Alves, Renata Armelin e Tiago Francisco.
PROFESSORA SUPERVISORA: Leda Maria Silva
TURMA: 6º ANO (Fundamental II)


Aula 1 - Dinâmica: “A Teia do Envolvimento”

No dia 08 de março de 2017 (quarta-feira), realizou-se na Escola Estadual Professor Salatiel de Almeida, em Muzambinho (MG), a aula inaugural referente ao primeiro semestre deste ano. As aulas com duração de aproximadamente cinquenta minutos foram ministrada em três turmas de sexto ano (fundamental II) que serão atendidas pelo programa nesta escola.



aula




No primeiro momento com a turma, houve uma breve apresentação dos componentes do grupo, do programa PIBID e seu objetivo. Explicamos sobre o projeto “Meio Ambiente”, divulgamos o blog e relatamos algumas atividades desenvolvidas pelos “pibidianos” de Ciências Biológicas em aulas anteriores.







Logo em seguida, propusemos uma dinâmica denominada: “A teia do envolvimento”, que teve como objetivo promover a apresentação interpessoal entre os participantes, bem como desenvolver a autoconfiança dos mesmos. A atividade ocorreu da seguinte forma: um rolo de barbante foi entregue à um participante, que deveria então apresentar-se, dizendo nome, idade, local onde mora, matéria preferida e profissão que deseja seguir, entre outras particularidades que desejasse relatar. Após apresentar-se, este participante deveria amarrar o barbante à mão e passar o rolo para outra pessoa que ainda não tivesse se apresentado. O próximo a receber o rolo deveria executar o mesmo procedimento do primeiro, até que todos os demais se apresentassem. Ao final das apresentações, formaríamos então uma teia que unia todos os participantes através do barbante.




Essa atividade, além de promover o relacionamento interpessoal e autoconfiança, possibilitou que exemplificássemos, através da teia, a importância de cada um para que aquela estrutura se mantivesse sustentada e equilibrada. Ressaltamos ainda a necessidade e relevância do envolvimento e da participação de cada um deles durante as atividades que serão desenvolvidas futuramente.




Através desta experiência notamos o quão precioso é promover em sala de aula atividades que possibilitem o desenvolvimento das habilidades sociais dos alunos, uma vez que sabe-se que esses procedimentos envolvendo repertório interpessoal propiciam maior interação, possibilitando assim o favorecimento e fortalecimento da afetividade entre os envolvidos (educador e alunos), o que infere uma maior efetividade do processo de ensino e aprendizagem.