PIBID

PIBID

quinta-feira, 7 de julho de 2016

A questão energética brasileira - Parte 2

PIBID 2016 - Primeiro Semestre

Grupo:  Leonardo Henrique, Larissa Batista, Flavia Galera, Dayse Carvalho, Mônica de Luna e Larissa Ferreira
Prof. (a) supervisora: Leda Maria Silva
Séries:  3° ano do ensino médio                   Cidade: Muzambinho - MG

Escola: Escola Estadual Professor Salatiel de Almeida


Apresentações

Aula 06 - A questão energética brasileira - Parte 2
Dia: 22/05/16 e 01/06/16

Mediante a proposta lançada de elaboração de mapas mentais | conceituais, correlacionados com a temática a questão energética brasileira, os alunos do 3°ano (Ensino Médio) realizaram a etapa de apresentações.

Conforme citado na reportagem anterior, as turmas foram divididas em seis grupos para a execução da atividade, e os discentes receberam para a confecção: papel pardo, lápis de cor, réguas, tesouras, revistas para recorte, cola e canetão (azul, vermelho e preto).


A avaliação dos mapas foi feita juntamente com a Prof.(a) Leda Maria Silva, e a mesma ainda destinou uma pontuação dentro de sua disciplina. Em grupo estabelecemos alguns critérios de avaliação, e estes foram essenciais para uma boa análise.




A criatividade foi muito bem explorada pelos alunos. Muitos fizeram uma boa apresentação, no entanto, alguns não obtiveram êxito na tarefa executada, pois pontos como a falta de responsabilidade e de preparação foram evidenciados em poucos casos.

Ao final de todas as apresentações, quando necessário, se fez pertinente expor algumas críticas construtivas sobre os trabalhos. Estas foram com o intuito de alertar e ajudar aos alunos em exposições de trabalhos futuros, até mesmo para quando estes ingressarem a uma faculdade. 


A metodologia é amplamente reconhecida como um método eficaz, visto que melhora a memória e a compreensão dos assuntos, através da representação visual das informações.


Ficamos muito satisfeitos com a aplicabilidade dessa metodologia no ensino médio, visto que a mesma foi bem aceita, promoveu o trabalho em grupo, e o aprendizado de uma forma diferenciada. Contundo podemos constatar, que de fato o aluno se fez o sujeito das ações do estudo a todo momento, desde de a preparação até a apresentação. Por fim, gostaríamos de parabenizar a todos pelos trabalhos apresentados. Parabéns!

                                           Texto: Leonardo Henrique Thimóteo da Silva