PIBID

PIBID

terça-feira, 27 de junho de 2017

Simulado


Bolsistas: Amanda Honório, Laís Barbosa, Larissa Batista, Nádia Bento, Isadora Cruvinel Frigo, Micheli Cíndel Escudero, Mirela Silva, Luís Augusto Figueiredo e Fabricio Morais.

Supervisora: Karina Nassar dos Santos

No dia 13 de junho (terça-feira) foi aplicado um simulado na Escola Estadual Professor Salatiel de Almeida, Muzambinho, para quatro turmas, sendo dois 3º EJA e 1º, 2º ano do ensino médio.
O simulado continha 18 questões do ENEM e de outros vestibulares, sobre os temas já abordados com as turmas, sendo eles: Bioindicadores, cadeia alimentar, teia alimentar, dengue, animais em extinção, biomas e reinos.
Cada aluno recebeu uma prova e um gabarito com as questões, sendo que tiveram 45 minutos para responder o simulado.
O simulado foi uma maneira dos alunos testarem seus conhecimentos adquiridos nas aulas e também terem uma noção como são as provas do ENEM e de vestibulares.



                                Foto: Laís Barbosa


No dia 21 de junho (quarta-feira) foi realizada a correção do simulado (aplicado dia 13 de junho) na Escola Estadual Professor Salatiel de Almeida, Muzambinho, para quatro turmas, sendo dois 3º EJA e 1º, 2º ano do ensino médio.
A correção foi feita junto com os alunos, sendo que os bolsistas liam as questões e os alunos respondiam, assim falando a alternativa que tinham marcado.
A correção foi feita para esclarecimento de dúvidas, para que os alunos vissem o que tinham errado e também para “reforçar” a matéria trabalhada o semestre inteiro.



CADEIA ALIMENTAR

CADEIA ALIMENTAR

Grupo: Bianca Cepolini, Lucas Lellis, Mariana Prado e Samuel Henrique.
Supervisora: Leda Maria Silva
   
No dia 22 de junho de 2017, na Escola Estadual Salatiel de Almeida com os 8°s anos (A, B, C) foi abordado o tema cadeia alimentar. Podemos estudar biologia em vários níveis de organização dos seres vivos, desde os átomos até a biosfera.
·        Organismos: formado por um conjunto de sistemas;

- População: conjunto de indivíduos da mesma espécie que convivem em uma mesma área;
- Comunidade: conjunto de uma população que habita uma mesma área;
- Ecossistema: Conjunto formado pela comunidade (fatores bióticos) e pelos fatores abióticos;
- Biosfera: Conjunto de ecossistemas.     
                                                


  O ecossistema tem uma parte biótica viva, representada pela comunidade e uma parte abiótica, não-viva, que inclui todos os fatores físicos e químicos do ambiente.

 Os níveis tróficos na comunidade

       A estrutura de qualquer ecossistema sempre é composta de três categorias básicas de organismos: os produtores, os consumidores e os decompositores. Cada uma dessas categorias ocupa um nível trófico diferente.

Produtores: Ocupam o primeiro nível trófico em qualquer ecossistema. Correspondem aos organismos autótrofos. Principalmente os que produzem clorofila e fazem fotossíntese.
Consumidores: são os organismos heterótrofos (não produzem seu próprio alimento), dependem do alimento fabricado pelos produtores. Consumidores que se nutrem de vegetais são chamados de consumidores primários. Organismos que se alimentam de consumidores primários são denominados consumidores secundários. Organismos que se alimentam de consumidores secundários são denominado consumidores terciários e assim sucessivamente.
Decompositores: Os decompositores são os fungos e as bactérias, microscópicos e heterótrofos, que se alimentam de restos de plantas e de animais. Ao degradar esses restos, devolvem ao ambiente sais minerais e outros nutrientes, que são novamente utilizados pelos produtores.
                                     
Cadeia alimentar: É o percurso de matéria e energia que se inicia sempre nos produtores e termina nos decompositores. Corresponde à relação de alimentação, ou seja, à absorção de nutrientes e energia entre os seres vivos. Os componentes da cadeia alimentar são: Os produtores, os consumidores (primários, secundários e terciários) e os decompositores.            
           
Um exemplo de cadeia alimentar, como aborda a figura abaixo é a planta que é um produtor, o gafanhoto se alimenta da planta, no qual ele é o consumidor primário, o sapo se alimenta do gafanhoto, consumidor secundário e por fim as bactérias e os fungos que são decompositores da matéria orgânica.    
       


Teia alimentar: Quando várias cadeias alimentares se cruzam na natureza e se relacionam entre si.



Habitat e nicho ecológico

Habitat: Local onde um organismo vive;
Nicho ecológico: O conjunto de relações que a espécie mantém com as outras espécies e com o meio ambiente; Para sabermos o nicho ecológico de uma determinada espécie, precisamos saber do que ela se alimenta, como ela se reproduz, onde se abriga, etc. 


Prática sobre a cadeia alimentar 


Após o término do conteúdo teórico, trabalhamos com os alunos uma prática para a fixação do conteúdo dado. A sala foi dividida em 4 grupos, no qual cada grupo ficou encarregado de montar uma cadeia alimentar com todos os componentes da mesma (Produtor-consumidor-decompositor).                                     As imagens utilizadas para a confecção da prática didática foram atribuídas por nós professores. Todos os integrantes do grupo contribuíram para a montagem da prática, após a montagem, os alunos explicaram como funciona a cadeia alimentar, os componentes, etc. Observamos que todos compreenderam o conteúdo abordado, visto que entenderam e produziram de forma correta a prática dada.

Dinâmica da aula de vertebrados e Aula sobre animais em extinção

Grupo: Samuel Dias, Lucas Lellis da Silva, Mariana Moreira do Prado e Bianca Cepolini.
Supervisora: Leda
E.E. Prof. Salatiel de Almeida

No dia 08/06, foi realizado com os alunos dos 8ºs anos da Escola Estadual Salatiel de Almeida uma dinâmica sobre a aula de animais vertebrados já ministrada pelos Pibidianos em aula passada.  E uma aula teórica sobre animais em extinção.


O objetivo da aula teórica era destacar quais as causas que levam os animais a extinção, animais que já foram extintos e quais correm o risco. Foi dada uma maior ênfase em animais aqui do Brasil, mostrando quais já foram e quais estão em risco de extinção, trazendo também algumas curiosidades sobre estes animais como suas características, habitat, razões de por que estão correndo risco de serem extintos, etc.


Para a realização da dinâmica a turma foi dividida em três grupos e para cada grupo foram entregues imagens impressas de vários animais, cada animal estava com uma numeração diferente. O objetivo era avaliar a capacidade dos alunos de identificarem a classe dos animais, identificando se eles são peixes, anfíbios, répteis, aves ou mamíferos.


Foi dado um tempo para os alunos marcarem o número do animal em uma folha separada e identificarem qual a filo deste animal. Ao final era contabilizado o número de acertos dos grupos.  Aqueles animais que os alunos erraram na hora de dizer a qual classe pertencia, eram corrigidos pelos Pibidianos no momento da contabilização dos pontos.



Pode-se observar uma grande participação dos alunos nesta dinâmica bem como um grande número de acertos em todas as turmas, sendo evidente aqui que houve uma boa assimilação da sala com o conteúdo ministrado pelos Pibianos.




Aula Vertebrados

Grupo: Samuel Dias, Lucas Lellis da Silva, Mariana Moreira do Prado e Bianca Cepolini.
 Supervisora: Leda Maria Silva
 E.E. Prof. Salatiel de Almeida

Nos dias 25/05 e 01/06 foram ministradas duas aulas expositivas e dialogas para tratar do tema, vertebrados.

As aulas foram divididas em tópicos mediante as classes dos animais, sendo eles: Peixes, Anfíbios, Répteis, Mamíferos e Aves.



O objetivo da aula era dar uma visão ampla de cada uma destas classes destacando as principais características de cada uma delas e também trazer algumas curiosidades, pois como visto em aulas ministradas pelos Pibidianos anteriormente, as curiosidades ajudam os alunos a manterem a atenção na aula e estimula a participação dos mesmos.


Dentre as curiosidades estava destacar qual maior e qual o menor mamífero do mundo, bem como qual o maior mamífero brasileiro, entre muitas outras. Também comentar sobre os antepassados dos animais atuais, como na parte de répteis os dinossauros que é um assunto que despertou o interesse da turma.


Também foram levados vários exemplares, tendo um exemplar de cada classe que fora citada durante as aulas de vertebrados, estes exemplares foram fornecidos pelo laboratório de Zoologia do Instituo Federal do Sul de Minas, Campus Muzambinho. Os exemplares foram mostrados aos alunos para destacar suas principais estruturas e características. Ao mostrarmos os exemplares pudemos observar uma maior participação dos alunos e um maior interesse dos mesmos pela disciplina ministrada, evidenciando que conciliar uma aula teórica com curiosidades e uma parte prática, ajuda os alunos na assimilação do conteúdo.

domingo, 25 de junho de 2017

Confecção de Mapa Conceitual Sobre Zoologia de Invertebrados


Supervisora: Izabel de Assis

Grupo: Amanda Santini, Ana Clara Faria, Andressa, Ana Paula Figueiredo, Camila Souza, Daniel Phelipe, Flávia Galera, Larissa Ferreira, Maria Eduarda Cândido, Mônica de Luna


     Foram feitas reuniões semanais entre os pibidianos e a supervisora para o planejamento das aulas sobre zoologia. Desse modo, foi decidido que abordaríamos primeiramente uma aula teórica sobre invertebrados e posteriormente para fixar mais o conteúdo seriam aplicados mapas conceituais referentes aos temas abordados.

     Nos dias 19/04 e 20/04 ; 24/05 e 31/05 de 2017, foi realizado pelos pibidianos uma atividade com os 8°s anos da Escola Estadual Cesário Coimbra, envolvendo a aplicação dos mapas conceituais.

     Cada turma foi dividida em 4 grupos e estes eram responsáveis por separar imagens e fichas para a confecção dos mapas. As imagens e fichas eram referentes aos animais e características dos filos estudados: poríferos, cnidários, platelmintos, nematelmintos, moluscos, anelídeos, artrópodes e equinodermos.

     Com as informações de cada filo identificadas e agrupadas, cada grupo confeccionou seu mapa da maneira que achou mais plausível.

     Os pibidianos auxiliavam os grupos para que a aprendizagem fosse norteada e para que qualquer dúvida fosse sanada.

Mapa conceitual confeccionado em turmas de 8º anos da E. E. Cesário Coimbra.

Apresentação de Mapa Conceitual na E. E. Cesário Coimbra.

Confecção de Mapa Conceitual em 8º anos da E. E. Cesário Coimbra.

Confecção de Mapa Conceitual em 8º anos na E. E. Cesário Coimbra.




Avaliação sobre Bioindicadores e Animais em extinção

"Escola Estadual Professor Salatiel de Almeida"


       Supervisora: Leda Maria Silva
       Grupo: Bruno Dalbelo, Bruno Henrique, Rafaela, Renata Armelim, Tiago,  Valdeir

  No dia 17 de maio de 2017 (quarta-feira), realizou-se na Escola Estadual Professor Salatiel de Almeida, em Muzambinho aulas de 50 minutos para três turmas do sexto ano (fundamental II) que são atendidos pelo grupo neste semestre sobre o tema Zoologia dos vertebrados e invertebrados.
  Visando sempre na preservação do meio ambiente, mostramos a grande importância que os animais tem diante do meio que nós inserimos, isso varia desde os animais invertebrados como os vertebrados. Os bioindicadores, maioria invertebrados apresentam uma importância fundamental para o mundo e com isso apresenta-se de extrema importância sua aplicação em sala de aula. O grandes animais, os vertebrados, também faz jus a sua enorme importância na fauna mundial, portanto, não podemos acabar com as espécies e a cada dia milhares de animais são mortos ou caçados, portanto, também mostra-se um assunto de extrema importância a ser tratado em sala de aula como um alerta as crianças que serão o futuro do nosso país.
   Nesta aula, aplicamos uma avaliação aos alunos para verificar o aprendizado em relação aos bioindicadores e sua importância para o meio ambiente e em relação aos animais em extinção e sua consequência para o meio ambiente. 
   Portanto, nosso objetivo era avaliar o conhecimento dos alunos quanto o que é extinção? Quais os animais brasileiros ou de qualquer outro país que estão em processo de extinção e os perigos que a extinção de um animal pode causar à natureza e sobre os bioindicadores e sua importância para o meio ambiente.

Extinção

"Escola Estadual Professor Salatiel de Almeida"


       Supervisora: Leda Maria Silva
       Grupo: Bruno Dalbelo, Bruno Henrique, Rafaela, Renata Armelim, Tiago,  Valdeir

  No dia 10 de maio de 2017 (quarta-feira), realizou-se na Escola Estadual Professor Salatiel de Almeida, em Muzambinho aulas de 50 minutos para três turmas do sexto ano (fundamental II) que são atendidos pelo grupo neste semestre sobre o tema Zoologia dos vertebrados e invertebrados.
   Na aula do dia 10 de Maio de 2017, introduzimos o tema animais em extinção aos alunos, por meio de um vídeo em forma de desenho animado, onde eles puderam começar a entender do tema de forma divertida e engraçada. Logo após o vídeo, fizemos uma explicação oral por meio de slides do tema. Explicamos o que é extinção, como ela é causada, o maior causador da extinção no mundo, os perigos da extinção de um animal a natureza e mostramos alguns exemplos de animais já extintos e outros em processo de extinção.
  





Mostramos um curto vídeo em forma de documentário descrevendo como ocorre a extinção no Brasil, principalmente na Mata Atlântica e na Amazônia. E para encerrar, passamos um vídeo mostrando fotos de vários animais em extinção. As três aulas ocorreram de maneira tranquila, os alunos participaram bastante, fizeram várias perguntas e, ao propormos perguntas orais pudemos perceber que conseguiram fixar o conteúdo passado.